domingo, 28 de novembro de 2010

4ª Jornada - resultados

O resultado mais surpreendente desta jornada, é a derrota caseira do campeão Sousa, diante do Regilde. O Sousa nunca havia perdido em casa. Na série 1, o Torrados continua isolado na liderança, tal como o Maçorra na série 2, e são as únicas equipas só com vitórias no campeonato. O Jugueiros continua a travessia do deserto, não tendo conseguido marcar nenhum golo até ao momento, deixando de ter a companhia do Pinheiro, que hoje marcou 3, mas mesmo assim perdeu diante do Caramos. Pinheiro e Jugueiros são as únicas equipas sem pontos até ao momento. Como se previa, a série 2 está mais equilibrada que a série 1. Para a semana há mais. Boa semana a todos.

9 comentários:

G.D. Penacova disse...

Penacova ganhou hoje em Várzea 2-1, mas os jogoadores do Várzea começaram um confronto dentro do campo e o arbitro pôs 2 jogadores de ambas as equipas cá fora, mas não fez nada a não ser pedir a bola ao jogador que não deixou bater o livre. Em breve postarei no meu blog o video que mostra esta pouca vergonha.

União Desportiva de Torrados disse...

Quero publicamente dar um grande abraço e um voto de sucesso num futuro próximo à jovem equipa do Jugueiros. Não é fácil competir com os resultados obtidos, mas pelo que vi, continuam com muita vontade de honrar a camisola do Jugueiros.
Ontem vencemos com era de esperar, com facilidade. Respeitamos durante todo o jogo o adversário e para mim isso foi o mais positivo desse jogo.
Muitos esperavam a goleada do campeonato, mas a U.D.Torrados não está neste campeonato para bater records. Se o quisesse fazer jogava com a melhor equipa o jogo todo. Uma vitória por 1 vale o mesmo que uma vitória por 20. São os 3 pontos que interessam e nada mais.
Força Torrados!

idilio pereira disse...

Este campeonato enquanto nao tiver outro tipo de regras, segurança e com mais gente na sua organização, nao vai longe. Tenho pena... porque fiz parte deste campeonato 4 anos e custou-me e ainda me custa nao participar. Mas, da forma como se está a degradar de ano para ano, nao é bom, nem para o futebol, nem para as colectivides, nem para a organização. Será necessário uma reflexao em conjunto com todos os intervenientes sobre aquilo que se quer e é mais importante para este campeonato. Competição saudavel ou rivalidades e batalhas!? Pensem no prazer que é poder jogar futebol e deixem participar todos sem excepção, ou concerteza mais equipas irão abandonar. Exemplos este ano é o quen nao falta... vejam os resultados desnivelados e as pontuações das equipas. a 2ª parte do campeonato vai ser ainda pior. Apenas estamos na 4ª jornada. Dá que pensar.

Justiceiro da bola disse...

O assunto que o ilidio pereira lançou para debate vai muito mais longe.
Eu sou defensor de outro tipo de regras neste campeonato. O formato actual é péssimo e põe a nu as diferenças abismais entre algumas equipas. Vejam a diferença entre os 4 melhores classificados e os restantes na série 1. Acham que há competitividade? Essa 4 equipas quando disputarem a liga dos últimos, porque não lhe consigo dar outro nome, com que vontade irão jogar os 7 jogos até ao final do campeonato?
Foi uma decisão errada essa de dividir por séries. Arranjem mais gente para vos ajudar e organizar melhor este campeonato que de dia para dia vai desaparecendo.
Outra regra castradora é a regra dos estrangeiros. Não faz qualquer sentido. Desde que sejam do concelho, onde está o problema? São jogadores de futebol e não fará grande diferença um jovem de Aião jogar por exemplo em Pombeiro ou Sousa. Não entendo essa fixação pela regra de estrangeiros que só prejudica as equipas mais pequenas!
Pelo que se consta há pelo menos uma equipa que tem jogadores de Amarante e nunca vi ninguém preocupar-se com isso. Pelo que se tem visto, este campeonato continua com filhos e enteados e assim não se vai a lado nenhum.
A 2ª fase para apuramento do campeão preocupa-me como adepto e amante da modalidade. Esperem pelos jogos e depois perceberão o que digo. Depois vão pedir às colectividades que segurem os adeptos.
As colectividades que se unam e debatam este bonito campeonato que tem tendência em desaparecer.
Pelo futebol e pela competição.

FontePombeirense disse...

"União Desportiva de Torrados"
Eu quando dei o prognostico disse que iria ocorrer a goleada do campeonato porque vós sois a melhor equipa deste campeonato, aproveitas-te bem o conhecimento que tives-te no ano passada...Agora não disse que vós quereis bater records, apenas disse isso porque Jugueiros que bem conheço está muito mal neste momento e vós sois muito fortes...Nada mais....

Abraço a Todos

União Desportiva de Torrados disse...

FontePombeirense, eu percebi o que escreveste e não levei a mal. Quando falo em bater records, não me referi nunca a ti. Poderíamos ter feito muitos mais golos em Jugueiros. Ganhamos por 9 como poderiamos ter ganho por 15. Não me espantaria perante tamanha diferença entre as equipas. Se o tivessemos feito era perfeitamente normal. Quando me referi ao record de golos, não me referi a ti obviamente. Eu sei que muita gente esperava uma goleada maior, mas eu gostava que tivesse sido por 1 a 0, que fosse um grande jogo e que o adversário fosse muito mais forte para o bem deste campeonato.
Acabo por dar alguma razão ao blogger justiceiro da bola.
Abraço para ti e a malta de Pombeiro.
Domingo serão bem recebidos onde quer que seja o jogo.
Abraço!

forçaregilde disse...

gostava que agora quem falou que o regilde estava a ser favorecido comentasse o que se passou em sousa.
uma autentica vergonha nem 14 contra 10 conseguiram vencer. comentem honestamente.
grande vitoria regilde

maradona disse...

Viva cambada!!!
Cá estou eu para mais um balanço da jornada, no k se refere à série 1, o grande destaque vai para a derrota caseira dos “Vicentinos” em pleno “Descampado”, algo inédito, pois tal nunca tinha sucedido em Sousa, na série 2, tudo normal (ou talvez não!!!), destaque também para os 17 golos apontados em ambas as séries!
Série1;
Jugueiros-Torrados, Em Jugueiros, ocorreu a grande “fatia” dos golos marcados da jornada, assim a “Banheira” não aguentará muito mais tempo na tona do rio!
Sousa-Regilde, Pela primeira vez desde k participa no “nosso Campeonato”, os da casa foram batidos no seu terreno, é caso para uma grandiosa celebração no “Bar do Ilhó”!
Pombeiro-Moure, No “Pombal”, os “Pombos” venceram mais uma batalha, e embora os seus adversários não fossem dos mais fortes (longe disso), o resultado final dá aspecto de ter sido um jogo renhido!
Sendim-Friande, Num jogo entre vizinhos k acabou empatado, e tendo em conta a época k os da casa vem fazendo, o resultado final acaba por ser um passo atrás nas aspirações da equipa forasteira!

Série 2;
Penacova-Várzea, Mais uma vitória caseira dos “Guerreiros Negros”, no seu “Arena”, reduto complicado e de onde será difícil de alguém lá trazer os 3 pontos!
Pinheiro-Caramos, Num desafio entre equipas do “mesmo campeonato”, a equipa das “8 Capelas” levou a melhor sobre os anfitriões!
Refontoura-Varziela, Os “Sardões” mais uma vez mostraram outra pedalada, pedalada essa k os “Canários” estão longe de possuir!
Maçorra-Macieira, vou então falar sobre o derby Macieirense k se desenrolou no último domingo, um desafio k ficou manchado pela má decisão do árbitro da partida (o Sr. Zé Augusto), no lance k origina o primeiro golo da partida, devo salientar antes de tudo k aprecio bastante o trabalho desenvolvido na arbitragem por esse homem, mas no jogo em questão, ele “borrou a pintura toda”, prejudicando a equipa do Macieira, num lance em k um defesa do Macieira disputa uma bola com um atleta contrário, acabando por “despachar” o esférico em direcção da sua baliza, com o Rui (redes) a agarrar a bola, muito sinceramente não me pareceu tratar-se de um atraso, o próprio Rui teve noção disso e tinha todo o tempo do mundo para caso se tratasse de um “suposto” atraso, despachar o esférico com os pés, o árbitro infelizmente resolveu “pintar a manta”, e não só marcou falta como teve o distinto descaramento de mandar colocar o esférico em zona frontal à baliza, quando o Rui segurou a bola junto à linha do fundo (ao mandar recuar o esférico, teria de o fazer ao nível da linha do fundo, e não “puxar” a bola para uma zona frontal, convidando assim os “Cubanos” a inaugurar o marcador, como viria a acontecer!), do referido livre, nasceu o primeiro golo da partida, da autoria do Gabriel (ele fez o seu serviço), estavam decorridos 32 minutos de jogo, até aí e nos 15 minutos seguintes, o jogo continuou repartido e equilibrado entre os dois conjuntos, como estava sendo até ao lance “capital”, aliás a primeira e única até então situação de golo surgiu aos 9 minutos por intermédio do Soqueiro k frente a Mikael (redes) não teve o engenho nem a calma suficiente para inaugurar o marcador a favor do Macieira, ainda sobre os primeiros 45 minutos, houve já na parte final (44 minutos) um lance em k os “Cubanos” reclamam uma pretensa grande penalidade, do sítio onde me encontro não consigo avistar o k de facto sucedeu, mas tive oportunidade de questionar dois homens k se encontravam no enfiamento da “tal” jogada, e ambos me dizem k antes da pretensa mão na bola, existiu uma falta de um atleta adversário sobre um nosso defesa, mas mais uma vez houve erro do árbitro e do seu fiscal de linha k acompanhava a jogada, já k não

maradona disse...

assinalaram a falta sobre o nosso defesa (o critério adoptado pelo juiz da partida e seus pares, foi uma constante, beneficiando sempre o infractor), e quase de certeza k não viram a mão na bola, caso contrário teriam assinalado a falta sem pestanejar! na segunda metade, os “Cubanos” chegariam ao segundo golo, num rápido lance de ataque concluído pelo Mokas, k aguentou o choque com um defesa, fazendo de seguida o golo, dois minutos depois, o golo do Macieira através de Chico, num belo golpe de cabeça, a 8 minutos do fim e após várias situações de perigo em ambas as balizas, mas com maior predominância na baliza do Macieira, os “cubanos “ sentenciaram a partida por intermédio de Chico (o deles), k solto na área limitou-se a fazer o terceiro, nos restantes minutos, nada de valioso se viria a passar, parabéns aos “Cubanos” pela vitória no encontro, já k eles nada tiveram a ver com os “disparates” dos outros!
A equipa de arbitragem presente no desafio, infelizmente e como já o mencionei antes, condicionou o jogo a partir daquela “habilidade” k resultou no primeiro golo, abrindo o caminho para a vitória dos “Cubanos” k até aquele momento nada de relevante tinham feito para justificar a vantagem no marcador, e não querendo de forma alguma tirar o mérito ao Maçorra e à vitória por eles alcançada no derby, parece-me óbvio k o dito lance foi fundamental para o decorrer e desfecho final do desafio!
O Maçorra continua assim 100% vitorioso é um facto, mas o futebol por eles exibido continua sem me convencer, a não ser k se estejam a poupar para a fase seguinte (fase final), será isso?!?
O Macieira entrou bem, sem receio do adversário, e mesmo depois da “absurda falta” k dita o primeiro golo do Maçorra, continuaram de “cara levantada”, praticando um bom futebol e não dando tréguas aos seus opositores, sofreriam novo revés, mas em 2 minutos regressaram ao jogo e à luta (1-2), entretanto apareceu o terceiro e o tempo já era curto para nova investida, de qualquer forma valeu rapazes, fostes “bravos”, num jogo apitado por gente k não consegue “despir a camisola”, e mais uma vez saiu-nos a fava!!!
Aqui fica a marcha do marcador na manhã gelada no “Vale do Seixoso” e onde estiveram bastantes espectadores a “bater o dente”!
1-0 Gabriel 32 minutos.
2-0 Mokas 60 minutos.
2-1 Chico 62 minutos.
3-1 Chico 82 minutos.

Nota: não foi apenas em Alvalade k estiveram 14 contra 11, embora no nosso caso houvesse uma diferença; o Macieira tinha 11 no final do desafio!!!

OLÉ! Mais um grande clássico k terminou com uma goleada por 5-0! A moda parece ter pegado!!! Com o futebol tik-tak a dar um cheirete de bola! Força Mourinho, a luta ainda vai a meio, nada está perdido!

Saudações desportivas – El Pibe!
F.C.P sempre…